Projeto Renasce Brasil
Artigos e propostas do Projeto Renasce Brasil

Proposta de reforma protestante no Brasil

Última atualização em 20/02/2017


reforma-protestante-brasil É profundamente lamentável, mas as igrejas católicas e evangélicas brasileiras têm uma grande parcela de culpa na decadência moral e social que se observa no Brasil desde a década de 90.

Infelizmente, a Igreja tem se mantido calada mesmo diante da crescente deterioração da moral, da decência e do respeito, na nossa sociedade. A maioria dos líderes religiosos tem sido displicentes nestas questões e no próprio aperfeiçoamento religioso. O pior é que esta displicência tem induzido a sociedade a se distanciar dos valores e princípios cristãos, mergulhando num clima de imoralidades, afrontamentos e violências absurdas.

A população precisa aprender a importância de se viver segundo os ensinamentos genuinamente cristão, e não apenas cultuá-los. A religiosidade e os festejos são realmente importantes, mas é a prática dos valores e princípios cristãos na sociedade que produz bons resultados humanos, sociais e econômicas.

Acredito, inclusive, que já é hora dos padres brasileiros se estruturarem para proclamarmos a independência religiosa brasileira. Já é tempo de o Brasil promover uma reforma religiosa nos moldes protestantes, criando uma igreja semelhante à da Suécia, da Finlândia, da Inglaterra, da Noruega, da Dinamarca, etc. Com esta reforma, a Igreja poderia zelar com mais originalidade pelos princípios cristãos na sociedade brasileira. Uma igreja do Estado, genuinamente cristã (sem a "idolatria romana", embutida nos Santos disso e daquilo, e sem os "fabulosismos evangélicos", teoricamente pentecostais), teria reais chances de promover uma unidade religiosa no Brasil e evitar o crescimento do ateísmo, paganismo e sincretismos diversos.

A nação brasileira já está madura o suficiente para ter sua própria Igreja sem precisar se submeter a autoridades religiosas estrangeiras, e a antigas tradições da mitologia grego-romana. D. Pedro I, mesmo sendo da família real portuguesa, ergueu sua espada e deu um grito de independência a favor do Brasil. Portanto, nada impede que um padre, mesmo sendo um representante do Vaticano, erga sua Bíblia e proclame a independência cristã brasileira.

Hoje, o Brasil necessita de uma igreja forte e influente, no meio político, para ajudar a consertar e moralizar a nação. Infelizmente, um mal disfarçado de prazer, lazer, liberdade e poder, tem invadido algumas televisões brasileiras transformando-as em instrumentos de estímulo à dissolução familiar, estímulo à rebeldia e à indisciplina, estímulo à promiscuidade em vários níveis e estímulo ao desrespeito que se transforma em violência. Portanto, nossos padres e pastores não podem continuar inertes diante de tudo isso.

A verdadeira fé cristã pode não produzir os resultados imediatos de que tanto falam alguns líderes evangélicos. Mas, produz fortes mudanças, no comportamento humano, que a médio e longo prazo resultam em paz social, prosperidade e felicidade.

Extraído do Livro Renasce Brasil capítulo 2 - download gratuito
continuar lendo

Autor: Valvim Dutra

Copyright - A republicação dos artigos deste site é permitida desde que citada a fonte com um link para a página original.

Nota: Este artigo é a expressão do pensamento e opinião pessoal do autor, resguardada e protegida pelo direito constitucional inviolável da liberdade de expressão no Brasil. O autor é o único responsável pelas ideias e opiniões expressas acima.

Link Patrocinado
« Artigo anterior: Causas da violência no Brasil
» Próximo artigo: Proposta de Reforma do Poder Legislativo
Menu de Navegação
Projeto Renasce Brasil
»
Artigos do Projeto Renasce Brasil
Importante: Os anúncios tipo links patrocinados são publicidades externas, automatizadas, e eventualmente podem não refletir os objetivos e ideais deste site.
☰ Menu ⇅
voltar ao topo ↑